status

A solidão é um vício.
início correio devaneios contato
39161
reblog
"Ele é um garoto sensível, um jovem com sentimentos profundos e com alma de poeta."
American Horror Story.
24882
reblog
"Eu acredito em você, mas você mente. Eu espero e você não vem. Eu te chamo e você não ouve. Mas eu acredito no nosso amor, você ainda vai tomar jeito. Eu acredito me enganando, eu te amo sem você me amar."
Caio Augusto Leite. 
17997
reblog
"A gente briga, bate boca, diz que vai embora mas depois a gente volta, tenta ficar longe, fica em silêncio, faz o maior drama. Mas quer saber? Nada disso importa, por que o que eu quero é você e eu, quero nós dois juntos, pra sempre."
Rennan Alves.
9925
reblog
"Porque não há problema em sentir as coisas. E ser quem você é."
As Vantagens de Ser Invisível. 
4043
reblog
"Peça a Deus para que aconteça o que for melhor para você, porque Deus sempre sabe o que é melhor para nós; a gente, não."
Ana Jácomo.
6399
reblog
"O que eu realmente quero que você saiba é que não importa o tempo que passe, o que aconteça ou o que a vida nos ensine. Não interessa quem somos ou quem vamos nos tornar. O que vale é o que carregamos dentro de nós. E você, guarde isso na memória para todo o sempre, eu te carrego junto comigo todos os dias."
Clarissa Corrêa.
9207
reblog
"Abraço é coisa tão séria que não se empresta, se dá. E quando os corpos se encostam, todos os chakras se tocam. Abraço é coisa tão séria que junta os dois corações: pode ecoar para sempre ou esvaziar por inteiro. Pois quando a gente abraça, traz para dentro a pessoa: com bagagem, passado, infância, viagens e o principal: seu perfume espiritual. E o que recebemos nem sempre é o que damos, por isso alguns são afagos que nutrem por um longo tempo e outros, desespero pra matar a fome, um devoramento. Recuso abraçar levianamente, abraço com meu enrosco de afeto demais, amor puro, corpo colado para o abraço ser sentido, ter sentido. Abraço que é de verdade pode até ser dado de longe, pois ultrapassa as esferas e desconhece distâncias, é todo feito de encontro. Abraço é coisa tão séria que há de ser doce, leve, divertido, espontâneo, mesmo quando acalanto, colo ou celebração. A gente agarra por impulso de carinho porque a sintonia é a mesma. E quando o abraço termina, quando ele é dado de graça, fica a cosquinha no peito, uma brisinha na alma e a harmonia instalada."
Marla de Queiroz.