status

Me diz o que você quer que eu vou fazer. Você quer um apartamento maior? Eu mudo de emprego e compro pra você. Quer filhos? Vamos tentar ter. Só me diz o que você quer, o que realmente procura. Eu não posso ficar sempre adivinhando, então me diz o que você quer. Porque o que eu quero está parado na minha frente. Em minhas mãos.
P.S. Eu te amo.    (via clamam)
Para desentristecer, leãozinho
O meu coração tão só
Basta eu encontrar você no caminho.
Leãozinho, de Caetano Veloso. 
Aos poucos eu percebi que se apaixonar é inevitável, e que as melhores provas de amor são as mais simples. Um dia percebemos que o comum não nos atrai, e que ser classificado como bonzinho não é bom. Um dia percebemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você. Um dia saberemos a importância da frase: “Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa”. Um dia percebemos que somos muito importante para alguém, e que não damos valor a isso! Que homem de verdade não é aquele que tem mil mulheres, mas aquele que consegue fazer uma única mulher feliz! Enfim… um dia descobrimos que apesar de viver quase um século, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem de ser dito. O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras.
Mario Quintana. 
E é de você que eu lembro quando falam de amor. É em você que eu penso antes de dormir. É você que eu imagino ao meu lado daqui a décadas. É tudo você. Sempre vai ser você. E isso eu já não posso controlar mais, pois é em você que estou pensando agora.
Cabana dos Sonhos.   
Eu sei viver sem você. Sei andar, comer, falar, ver um filme. Sei sorrir e nem é de mentira. Solto gargalhadas e conto piadas e sou rodeado pelos meus amigos o tempo todo. Leio livro, malho, faço amizades. Sou por inteiro sem você. Não existe nenhuma parte faltando, mas eu faço ela faltar. É que eu não preciso de você pra nada, mas quero você pra tudo. Eis o grande problema.
Iolanda Valentim.  
Vazei. Para os lados, para cima, para todos os lugares que se pode imaginar. Não caibo mais em mim. Todo meu eu transborda com as alegrias que me são impostas. Sou vazante e não paro de transbordar de mim mesmo. Sensações. Cheiros. Sentimentos. Tudo transborda, enchendo odres e mais odres de mim. Isso é sensacional. Vazo e ainda continuo cheio de mim.
Anarquismos.  
Se ele me irrita? Ah, sim. E ele faz isso da maneira mais impossível que existe. Aquele cara me deixa louca, com os cabelos em pé. E o engraçado é que, em vez de querer matar ele, eu quero mais é enche-lo de beijos.
Gabriele.